Atuação Lírica

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Antes e depois


Na alvorada dos sentidos e em todo florescer,
Me perco na palavra e só me lembro de você.
Tu és a palavra dada: A jura de amores, então...
Debaixo, na serenata, com amor, peço a sua mão,
Sentados na calçada, pessoas vêm, pessoas vão
Palavras e sentidos surgem em meio a escuridão
Sob sinistra horrenda, o amor afasta o perigo
E dia após dia desejo viver com você...
Compartilhando a verdadeira felicidade
Vivendo o mais bonito amor contigo.

Luiz Gonzaga