Atuação Lírica

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Meu bem


Tu que segues resplendorosa entre tempos
Entre olhares a te admirar
Entre pessoas que se estabelecem
Em teu recinto venho versejar...
Em meio à paz, fruto da emoção
Encantado fico a te contemplar
Contemplar sem primor suas belas curvas
Sinuosas, leves e suntuosos traços
Em meio à essa história quase fico sem estórias
Ante dificuldades e contratempos ainda estais de pé
Pois teu passado carrega glórias
Seu futuro tem muito a reconhecer
Aplaudo de pé ante toda sua beleza
Passando meu tempo a te observar
Aquela que, sem nenhuma singeleza 
Me encanta, pondo à arte de versejar.

Luiz Gonzaga

0 comentários:

Postar um comentário